Missão é a pregação religiosa em locais onde sua religião ainda não foi difundida, realiza trabalho de promoção social ou em local que necessite de reavivamento de sua crença ou religião. O missionário é quem realiza o trabalho e é uma figura comum dentro de diversas crenças. São pessoas ligadas e dispostas a dar continuidade e divulgar o projeto a pedido de Cristo Jesus. 

Na verdade dentro da concepção cristã, missionário é a figura do fundador de novas igrejas. Todos nós somos chamados a divulgar a boa nova.  “Quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus.” (Lc 9,62) 

Citação Bíblica talvez bem conhecida, mas pouco levada em conta. Seguir Jesus exige radicalidade traduzida em disposição para dizer sempre sim a sua vontade, que quase sempre nos surpreende e muitas vezes é contrária a nossa.

Pôr a mão no arado, sem olhar para trás, é questão de coerência, perseverança e fidelidade. Vimos muitos que gostariam de seguir o Mestre, mas envolvidos pela tentação de “olhar para trás”, têm a atitude de um daqueles primeiros servos chamados pelo próprio Jesus para segui-lo, Jesus disse: “Segue-me”. Este respondeu: “Permite-me primeiro ir enterrar meu pai” …um outro ainda lhe disse: “Eu te seguirei Senhor, mas deixa-me primeiro despedir-me de minha casa.” Jesus porém respondeu-lhe: “Quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus.” (Lc 9,59 )

COMO SURGIU:  A missão T.H -  Foi criada no dia 28 de Agosto de 2008 na Paróquia São Gabriel Arcanjo, Jd. Paulista São Paulo-SP; com o intuito de levar ao conhecimento das demais igrejas a importância e a alegria da prática desta santa devoção. O membro do terço dos Homens Renatinho Oliveira estava sendo constantemente procurado na igreja para passar informações de como conduzir o terço e formar grupos em suas igrejas, bem como o formato e o material a ser usado e tantos outros detalhes.  Percebendo que estavam vindos homens de varias outras igrejas da região e de outros lugares também participarem do nosso "SANTO TERÇO" e acabavam gostando e ficando com grupo. Foi daí que surgiu a ideia juntamente com o pároco Cônego Raphael Emidyo Peretta que ao invés de esperar eles virem até nós, porque nós não iriamos até eles??? Para fazer visitação e convida-los formar novos grupos e ficariamos um período com eles e depois partiriamos em busca de novas igrejas para a criação de novos grupos.  Gostamos tanto da ideia que não paramos de incentivar e levar este proposito mais adiante.

Que desde então não paramos mais de sair em missão, e pedimos aos grupos recém-formados somente uma coisa? - Preparem sempre alguns membros do seu grupo para serem discipulos missionários do terço dos homens da sua igreja para nos ajudar nesta linda propagação.

A MESSE É MUITO GRANDE E POUCOS SÃO OS OPERÁRIOS.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO:

SOMOS POUCOS OPERÁRIOS E A MESSE É MUITO GRANDE...

ACOMPANHE O NOSSO PROGRAMA SEMANAL

 

PARTICIPE CONOSCO DESTE CANAL DE EVANGELIZAÇÃO:

QUINTA-FEIRA DAS 

22:00 ÀS 23:33  

www.daimealmas.com.br/

O FORMATO MISSIONÁRIO MARIANO 

O NOSSO MOVIMENTO EM DIVERSAS LOCALIDADES E REGIÕES DISPÕE DE ALGUNS SIMBOLOS QUE REPRESENTAM O GRUPO EM SUA CAMINHADA. ALGUNS GRUPOS ADOTAM SIMBOLOS REGIONAIS E RELIGIOSOS QUE AO LONGO DA CAMINHADA VÃO TORNANDO-SE PARTE ENVOLVENTE DESTA JORNADA.

E O GRUPO VAI CADA VEZ MAIS SE FORTALECENDO NA MEDIDA EM QUE A SUA ADESÃO E O SEU COMPROMISSO VÃO CAMINHANDO AO ENCONTRO DO PAI, PARA ASSIM FORMAREM UMA VERDADEIRA ALIANÇA DE COMPROMISSO CRISTÃO.

PARA ISSO O NOSSO GRUPO CONTA HOJE COM SETE (07) SIMBOLOS QUE ESTÃO SEMPRE PRESENTES EM NOSSOS ENCONTROS NOS DIAS ASSIM DETERMINADOS:

- IMAGEM DE NOSSA SENHORA - A VELA - O LIVRO DE CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇA - O TERÇO - A CAIXA COM PEDIDOS E INTENÇÕES DE ORAÇÕES - A CRUZ DO MOVIMENTO - A BIBLIA

IMAGEM DE NOSSA SENHORA - REPRESENTADA PELA IGREJA COMO MÃE E MODELO DE ACEITAÇÃO, VERDADE E FÉ. CADA GRUPO ADOTA PARA SI A IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE VOSSA DEVOÇÃO.

A VELA – A VELA TEM UM SIGNIFICADO PROFUNDO E SINGELO AO MESMO TEMPO. COMO SÓ ILUMINA QUANDO SE CONSOME, LEMBRA NOSSO ANIQUILAMENTO PARA SER LUZ DO MUNDO: SÓ PODEREMOS FAZER BRILHAR O EVANGELHO EM NOSSAS VIDAS SE NOS GASTARMOS POR CRISTO. POR ISSO, ELA É USADA EM MUITOS ATOS LITÚRGICOS E EXTRA LITÚRGICOS.

O LIVRO DE CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇAASSIM COMO NO NOSSO DIA A DIA NOS COMPROMETEMOS COM NOSSOS TRABALHOS E DEVEMOS MARCAR PONTO E PRESENÇA; NÃO PODE SER DIFERENTE NOS COMPROMETERMOS COM AS COISAS DO CÉU E PARA ISSO CONFIRMARMOS NOSSA PRESENÇA DIANTE DE DEUS ASSINANDO ASSIM COM PROPRIO PUNHO E CARATER OBJETIVO DA CERTEZA DE NOSSA ADESÃO E EXPONTANEADADE. E DIZER “EU ESTOU AQUI”

O TERÇO - O SANTO ROSÁRIO É UMA PRÁTICA RELIGIOSA DE DEVOÇÃO MARIANA MUITO DIFUNDIDA ENTRE OS CATÓLICOS ROMANOS, QUE O REZAM TANTO PÚBLICA QUANTO INDIVIDUALMENTE. CONSISTE NA RECITAÇÃO SERIADA DE ORAÇÕES COM O AUXÍLIO DE UMA CORRENTE COM CONTAS OU NÓS, QUE RECEBE O MESMO NOME. O ROSÁRIO TAMBÉM COMPREENDE A CONTEMPLAÇÃO DE DETERMINADAS PASSAGENS DA VIDA DE JESUS E DE SUA MÃE MARIA QUE, SEGUNDO A DOUTRINA DA IGREJA CATÓLICA, SÃO DE ESPECIAL RELEVÂNCIA PARA A HISTÓRIA DA SALVAÇÃO E QUE RECEBEM O NOME DE "MISTÉRIOS".

A CAIXA DE INTENÇÕES – ESTA CAIXA REPRESENTA PARA NÓS O NOSSO COMPROMISSO PARA REZARMOS POR TODAS AS INTENÇÕES DA IGREJA AQUI CONTIDAS E APRESENTA-LAS A DEUS COM FORTE CLAMOR NA CERTEZA QUE ESTAMOS SENDO ATENDIDOS E NOS COMPROMETENDO COM A CAUSA DO NOSSO IRMÃO.

A CRUZ - APRESENTAMOS A SUGESTÃO DE UMA "CRUZ PADRÃO" PARA O NOSSO MOVIMENTO, UMA VEZ QUE É COMUM NOS MOVIMENTOS, CRIAREM UM SIMBOLO PARA IDENTIFICAÇÃO DO MESMO. COMO EXEMPLO, CITAMOS O SHALON, A FACE DE CRISTO E A PRÓPRIA IGREJA ENTRE OUTROS. VEJAM BEM O DETALHE DA CRUZ, POIS A MESMA CONTÉM AS DUAS LETRAS DO MOVIMENTO, OU SEJA, O 'T' E O 'H' EM FORMATO ESTILIZADO. AS CARACTERÍSTICAS SÃO: EM ACRÍLICO NA CÔR FUMÊ COM 5 CM. DE COMPRIMENTO, 4CM. DE LARGURA E 3 MM. DE PROFUNDIDADE. O USO DE UMA IDENTIFICAÇÃO NOS AJUDARÁ A RECONHECERMOS OS NOSSOS COMPANHEIROS ONDE OS ENCONTRARMOS.   

A BIBLIA - SE NÓS ELIMINARMOS A BÍBLIA, NÓS ELIMINAREMOS TODA A MENSAGEM DO CRISTIANISMO. A BÍBLIA É A NOSSA AUTORIDADE A RESPEITO DOS FATOS E TÓPICOS DA VIDA CRISTÃ. A BÍBLIA COMUNICA A VOZ DE DEUS A NÓS, POR ISSO, ELA É O NOSSO PADRÃO PARA A VIDA. ELA TRANSFORMA AS NOSSAS VIDAS, TORNA PESSOAS FRACAS EM FORTES, DÉBEIS NA FÉ EM DECIDIDOS. ELA NOS TORNA PERFEITOS (CAPAZ, EFICIENTE, COMPLETO) E NOS CAPACITA COM HABILIDADES PARA REALIZARMOS A NOSSA MISSÃO NESTE MUNDO. E NA VERDADE ELA NÃO DEVE SER CONSIDERADA UM SIMBOLO E SIM O NOSSO VERDADEIRO SINAL.

SE ALGUÉM NÃO QUER SER TRANSFORMADO, NÃO DEVE LER A BÍBLIA.

TERÇO NAS MÃOS... FÉ NO CORAÇÃO!!!

Hoje em dia é muito comum no meio eclesiástico ouvir a frase:“Faltam obreiros para a missão e logo em seguida se ouve que há muitos obreiros precisando de uma igreja”. Sem dúvidas é um grande paradoxo.

Na verdade, sabemos que faltam obreiros para desafios em campos missionários e pequenas igrejas no interior e nas periferias das grandes cidades. Ao mesmo tempo em que para igrejas consolidadas e com estrutura há uma verdadeira disputa por uma oportunidade.

Diante da situação nas igrejas atuais, imagino que Jesus teria falado dos chamados, dos escolhidos e também dos oferecidos. Jesus já havia avisado que “a seara é grande, mas poucos são os trabalhadores” e deixou também a solução para o problema “rogai ao Senhor da Seara que mande mais trabalhadores para Sua Seara” (Mateus 9.38). Ninguém pode dizer que não tem oportunidade para servir a Deus, porque o desafio da evangelização é gigantesco. Precisamos orar mais, como Jesus ensinou para que o Senhor da seara mande mais obreiros para a missão. Vamos refletir no versículo 14 de Mateus 22 e veremos sobre três tipos de pessoas que encontramos na igreja:

1º Os chamados: Os chamados são muitas pessoas que são convidadas a participar e contribuir com o trabalho missionário. Toda igreja ao fim do ano abre um apelo para pessoas servirem nas diversas áreas da Igreja. Quase sempre as áreas mais disputadas, como o louvor, têm a maior procura e os mais discretos como ação social e evangelização são menos concorridos. Mas aqueles que se reconhecem chamados por Deus estão dispostos a fazer o que for preciso. Alguns chamados são como malabaristas na Igreja segurando tudo o que está caindo. Sempre tapam alguma falha de um irmão na última hora. Um exemplo bíblico de chamado foi onde Isaías ouviu a pergunta do Senhor “a quem enviarei?” e respondeu “envia-me a mim” (Isaías 6.8). Todos os cristãos são chamados por Deus para servir a igreja como “sacerdócio real” (I Pedro 2.9).

2º Os escolhidos: Os escolhidos são poucas pessoas que sentiram o chamado de Deus para a missão e se entregaram totalmente. Cristãos dedicados que não conseguem ficar parados vendo a banda passar. Engajam-se facilmente em uma tarefa e não escolhem muito o que fazer, antes aproveitam as oportunidades de acordo com as necessidades que aparecem. São verdadeiros servos de Deus e uns dos outros. Que se reconhecem como escolhidos de Deus para um ministério, sabem qual é a sua missão no Reino de Deus e na sua igreja estão dispostos a pagar o preço que for preciso. Um escolhido de Deus exerce seu ministério em qualquer tempo e lugar. Por exemplo, se seu chamado foi para evangelizar, você faz isso independente de qualquer situação sem precisar ser escalado para uma programação da igreja. É algo natural na vida do escolhido. Gideão foi um exemplo Bíblico de pessoa escolhida por Deus (Juízes 6.11-19) e seus companheiros de batalha também foram escolhidos pelo Senhor ficando apenas trezentos (Juízes 7.1-5). Hoje estamos no tempo da graça e cremos que Deus não escolheu apenas algumas pessoas especiais e sim a todos nós. Contudo poucas pessoas se dispõem mais abertamente para Deus e “cumpre cabalmente o seu ministério” (II Timóteo 4.5).

3º Os oferecidos: Os oferecidos são pessoas que não foram nem chamados, muito menos escolhidos, mas se oferecem para fazer algo na igreja. Acabam entrando pela janela e conseguindo alguma posição no Corpo de Cristo. Preferem sempre cargos de destaque. Os oferecidos gostam muito de microfone e auditórios cheios. Se forem chamados para fazer algo para poucas pessoas, não se dispõem. Alguns exemplos de pessoas oferecidas na Bíblia são Nadabe e Abiú que apresentaram fogo estranho no altar de Deus sem ter permissão para isso e foram mortos pela ira de Deus (Levítico 10.1). Saul ofereceu sacrifício sem a presença do sacerdote Samuel e perdeu o seu reino (I Samuel 15.1-20). Ananias e Safira quiseram aparecer e mentiram sobre uma oferta que ninguém tinha pedido, por isso morreram (Atos 5.1-10). Muitos acham bonito quem canta, quem fala e quem prega no altar, mas precisam entender que para estar ali é preciso muito esforço e dedicação. Não se deve escolher um ministério pela aparência e sim pelo que Deus mostra especificamente para você. Existem pessoas escolhidas para atender grandes igrejas e têm um ministério de sucesso. Entretanto, se forem realmente pessoas escolhidas por Deus, terão vindo de um difícil começo, lutaram muito para chegar até onde estão e mesmo assim não têm dificuldades de ir a um canto qualquer para fazer a vontade de Deus.

Qual dos grupos de pessoas você se encaixaria? Você é um chamado, um escolhido ou um oferecido? Quem é chamado e escolhido não faz o que quiser na hora que der vontade e sim obedece ao mandato de Deus para sua vida o tempo todo sem questionar ou murmurar.