A CORREÇÃO FRATERNA: UM ATO DE VERDADEIRA CARIDADE E DE AMOR AO PRÓXIMO –

27/11/2015 11:27

CONFIEMOS SEMPRE NA INTERCESSÃO PODEROSA DA SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA, DO AUXÍLIO PROVIDENCIAL DO NOSSO ANJO DA GUARDA, DO EXEMPLO E INTERCESSÃO DOS SANTOS E SANTAS DE DEUS PARA A TAREFA ÁRDUA DE SER UM BOM CRISTÃO. 

PODEMOS OBSERVAR ALGUMAS DISCUSSÕES QUE, DENTRE OUTRAS COISAS, MOSTRA MUITA CONFUSÃO MENTAL DE ALGUNS CATÓLICOS COM RELAÇÃO A POSSIBILIDADE OU NÃO DE SE COMENTAR E APONTAR UM ERRO PÚBLICO COMETIDO POR UM CATÓLICO, EM ESPECIAL QUANDO ESTE ERRO É UM DESVIRTUAMENTO DOS ENSINAMENTOS DA SANTA IGREJA. TAIS CATÓLICOS AFIRMAM QUE AO PROTESTAR OU DEMONSTRAR O ERRO EVIDENTE DA CONDUTA PÚBLICA DE CERTAS PESSOAS, ESTAMOS DENEGRINDO A IMAGEM SANTA E IMACULADA DA IGREJA, COMETENDO DE CERTA FORMA UM PECADO DE ABJURAÇÃO DA FÉ, AUSÊNCIA DE CARIDADE, SOBERBA, MALEDICÊNCIA DENTRE OUTROS. A QUESTÃO AQUI É MUITO CLARA. É NÍTIDO E MUITO PREOCUPANTE A FALTA DE CONHECIMENTO DOS ELEMENTOS MAIS BÁSICOS E FUNDAMENTAIS DA FÉ CATÓLICA PARA AS PESSOAS QUE DIZEM NÃO SER CORRETO APONTAR OS ERROS DE FIÉIS CATÓLICOS, SEJAM ELES CLÉRIGOS OU LEIGOS. INFELIZMENTE HOJE EM DIA TAIS ELEMENTOS NÃO SÃO MAIS ENSINADOS NOS BANCOS DA CATEQUESE, NEM NOS GRUPOS DE FIÉIS LEIGOS, COM RARÍSSIMAS EXCEÇÕES. O RESPEITO HUMANO, E A “TOLERÂNCIA”. TOMARAM CONTA DE MEIO CATÓLICO. TOLERA-SE TUDO, TODO ERRO, PARA QUE POSSAMOS PASSAR POR CARIDOSO, E PARA QUE NÃO ARRANHEMOS A NOSSA IMAGEM (FALSA), DE BOM MOÇO. CONCEITOS PRIMÁRIOS SOBRE A CARIDADE, A TEMPERANÇA, A JUSTIÇA E MUITOS OUTROS SÃO DEFORMADOS E ALARDEADOS POR AGENTES DE DESINFORMAÇÃO, MUITAS VEZES MEMBROS ATIVOS DE PARTIDOS DE ESQUERDA COMO EU MESMO PUDE PRESENCIAR MUITAS VEZES. COMO ESTES CONCEITOS ELEMENTARES SÃO FUNDAMENTAIS PARA QUE POSSAMOS CONDUZIR NOSSA VIDA  PELA RETA ESTRADA QUE É O CRISTO, NOSSO SENHOR, UMA VEZ QUE OS APRENDAMOS ERRONEAMENTE, CONDUZIREMOS NOSSO JULGAMENTO MORAL E NOSSA VIDA DE MANEIRA ERRADA TAMBÉM. VOU TENTAR AQUI, TRATAR EXATAMENTE DO QUE A IGREJA ENTENDE POR CARIDADE E CORREÇÃO FRATERNA, PARA QUE POSSAMOS SABER NOSSOS LIMITES AO APONTARMOS UM ERRO DE UM IRMÃO, E TAMBÉM PARA SABERMOS COMO DEVEMOS RECEBER AS CRÍTICAS QUE NOS SÃO DIRIGIDAS, IDENTIFICANDO QUANDO AS MESMAS DEVEM SER ACEITAS E REFLETIDAS, POIS PROVEEM DO ESPIRITO SANTO, OU QUANDO DEVEMOS DESCARTAR E REPELIR, POR ESTAS VIREM DO DEMÔNIO

EM PRIMEIRO LUGAR, DEVEMOS TER CLARO O QUE A IGREJA ENTENDE POR CARIDADE. É MUITO COMUM VERMOS CATÓLICOS E NÃO CATÓLICOS REFERINDO-SE A CARIDADE APENAS COMO “AJUDAR AO PRÓXIMO” OU AINDA “AJUDAR AOS POBRES E NECESSITADOS”. DE FATO ESTA VISÃO NÃO ESTÁ DE TODO INCORRETA. POREM É PRECISO SABER QUE CARIDADE É ALGO QUE VAI MUITO ALÉM DA SIMPLES AJUDA A OUTRO IRMÃO MAIS NECESSITADO. MUITAS VEZES NÃO AJUDAR ALGUÉM NECESSITADO É MUITO MAIS CARIDOSO DO QUE VOCÊ AJUDAR. POR EXEMPLO: SE VOCÊ TEM UM CONHECIDO QUE É DEPENDENTE QUÍMICO E TE PEDE DINHEIRO PARA CONSUMIR DROGAS, É EXTREMAMENTE CARIDOSO DE SUA PARTE NÃO DAR O DINHEIRO QUE ELE PEDIU. NOTEM QUE NESTE CENÁRIO, O DEPENDENTE QUÍMICO É UM NECESSITADO, MAS QUANDO VOCÊ NÃO DÁ DINHEIRO PARA ELE SE DROGAR, VOCÊ DÁ A CHANCE PARA QUE ELE TENHA ALGUM MOMENTO DE LUCIDEZ E QUEM SABE ATÉ PROCURE TRATAMENTO.

ASSIM NOS DIZ, E DE MANEIRA MUITO CLARA, O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA SOBRE O QUE É CARIDADE : §1822 A CARIDADE É A VIRTUDE TEOLOGAL PELA QUAL AMAMOS A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS, POR SI MESMO, E A NOSSO PRÓXIMO COMO A NÓS MESMOS, POR AMOR DE DEUSCOMO VIMOS, A CARIDADE PRATICADA AO PRÓXIMO SÓ TEM SENTIDO QUANDO A PRATICAMOS NA PERSPECTIVA DO AMOR A DEUS EM PRIMEIRO LUGAR. MAIS A FRENTE VEMOS UMA ORIENTAÇÃO PRECISA DE COMO DEVEMOS PROCEDER PARA  PERMANECERMOS NO AMOR DE DEUS: §1824 FRUTO DO ESPÍRITO E DA PLENITUDE DA LEI, A CARIDADE GUARDA OS MANDAMENTOS DE DEUS E DE SEU CRISTO: "PERMANECEI EM MEU AMOR. SE OBSERVAIS OS MEUS MANDAMENTOS, PERMANECEREIS NO MEU AMOR" (JO 15,9-10). VEMOS AQUI, PORTANTO, QUE A CARIDADE SEM A PERSPECTIVA DO CUMPRIMENTO DOS MANDAMENTOS DE CRISTO , SIMPLESMENTE NÃO PODE EXISTIR ASSIM SENDO, QUALQUER ATO QUE TENHA COMO ORIGEM A VIRTUDE DA CARIDADE, SÓ É LEGITIMO SE ESTE TIVER COM PERSPECTIVA O CUMPRIMENTO DAS LEIS DE DEUS, CONSEQUENTEMENTE DA SÃ DOUTRINA

PODEMOS CONCLUIR DESTA MANEIRA DUAS COISAS MUITÍSSIMO IMPORTANTES: 1. A CARIDADE É A VIRTUDE PELA QUAL AMAMOS A DEUS INCONDICIONALMENTE, ACIMA DE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO ATRAVÉS DESTE AMOR. PORTANTO, SÓ EXISTE VERDADEIRAMENTE SE PRATICA COM A PERSPECTIVA DO AMOR PRIMEIRO A DEUS E/OU DE LEVAR ÀS PESSOAS AO SEU CONHECIMENTO PROFUNDO; 2. A CARIDADE É FRUTO DIRETO DO ESPÍRITO SANTO E DA PLENITUDE DA LEI, POR MEIO DO CUMPRIMENTO DOS MANDAMENTOS DA Sà DOUTRINA, INEXISTINDO EM CONTEXTOS ADVERSOS OU QUE FOGEM DA PERSPECTIVA DO CUMPRIMENTO DE TAIS MANDAMENTOSEXATAMENTE POR ISTO QUE QUALQUER ATO CARITATIVO QUE NÃO TENHA COMO PERSPECTIVA PRIMEIRA O ZELO NA CONDUTA CRISTà, OU ATOS PELO QUAL UMA PESSOA POSSA TER CONTATO COM A BOA NOVA DE CRISTO, NÃO SÃO ATOS CARITATIVOS , MAS APENAS FILANTRÓPICOS. É O CASO POR EXEMPLO DOS ESPIRITAS E PROTESTANTES QUE DE CERTA MANEIRA AJUDAM OS MAIS NECESSITADOS. O TRABALHO FILANTRÓPICO QUE ELES FAZEM É IMPORTANTE, MAS É ABSOLUTAMENTE ERRADO CLASSIFICÁ-LOS COMO UM SERVIÇO DE CARIDADEPOIS TAIS SERVIÇOS NÃO TÊM COMO FOCO LEVAR AO CONHECIMENTO À Sà DOUTRINA, E CONSEGUENTEMENTE Á SALVAÇà DA ALMA .NESTA PERSPECTIVA, E APENAS NESTA, PODEMOS COMPREENDER EXATAMENTE O QUE NOS DIZ A SEGUIR O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA QUANTO AOS FRUTOS DA CARIDADE: §1829 A CARIDADE TEM COMO FRUTOS A ALEGRIA, A PAZ E A MISERICÓRDIA. EXIGE A BENEFICÊNCIA E A CORREÇÃO FRATERNA ; É BENEVOLÊNCIA; SUSCITA A RECIPROCIDADE; É DESINTERESSADA E LIBERAL; É AMIZADE E COMUNHÃO: A FINALIDADE DE TODAS AS NOSSAS OBRAS TEM QUE SER  O AMOR . ESTE É O FIM, É PARA ALCANÇÁ-LO QUE CORREMOS, É PARA ELE QUE CORREMOS; UMA VEZ CHEGADOS, É NELE QUE REPOUSAREMOS.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!