Por que Jesus chamou Maria de mulher?

10/11/2014 15:15

 Saiba se Jesus Cristo desprezou a Virgem Maria, chamando-a de mulher. 

Jesus e Maria nas Bodas de Caná (Jo 2, 1-12).

Podemos nos escandalizar com a Palavra de Deus quando, no Evangelho de João, Jesus Cristo parece ter maltratado a Virgem Maria, chamando-a de mulher. A este respeito, São Luís Maria Grignion de Montfort nos convida a aprofundar nosso conhecimento do Filho do Altíssimo e da Virgem de Nazaré. No início do “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”, o Santo nos fala sobre Nossa Senhora: “foi pela Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo, e é também por Ela que deve reinar no mundo”. Maria tem um papel fundamental no desígnio da salvação da humanidade. Mas, durante a vida, Maria permaneceu oculta, por isso “o Espírito Santo e a Igreja lhe chamam Alma Mater, Mãe escondida e secreta. A sua humildade foi tão profunda, que não teve na Terra atrativo mais poderoso nem mais contínuo que o de se esconder de si mesma e de toda criatura, para que só Deus a conhecesse”. Em Jesus Cristo, Deus revelou-se ao mundo e, ao mesmo tempo, escondeu a Virgem Imaculada, em vista da sua participação no desígnio de Deus para a salvação dos homens.

Deus fez da Virgem Maria uma mulher pobre, oculta, humilde, escondendo-a na sua concepção imaculada e nascimento, na sua vida, mistérios, ressurreição e assunção, aos olhos de quase toda criatura humana. Poucas pessoas são capazes de compreender as maravilhas que Deus fez em Nossa Senhora. Até mesmo seus pais não a conheciam, e os anjos perguntavam muitas vezes entre si: “Quem é esta?” O Senhor a escondia e, se alguma coisa lhes revelava sobre ela, mais ainda lhes ocultava.

São Luís ensina que “Deus Pai consentiu em que Ela não fizesse milagres em vida, pelo menos manifestos, embora lhe tivesse dado poder para isso. Deus Filho permitiu que ela quase não falasse, embora tendo-lhe comunicado a sua sabedoria. Deus Espírito Santo deixou que os Seus Apóstolos e Evangelistas falassem muito pouco sobre Ela, apenas o necessário para dar a conhecer Jesus Cristo”. Dessa forma, a Santíssima Trindade não quis revelar a grandeza da Virgem Maria durante a sua vida terrena, mantendo-a oculta para as pessoas de seu tempo, nos primórdios da Igreja e também na Palavra de Deus.

Montfort diz que a Santíssima Virgem é a obra-prima por excelência do Altíssimo, cuja posse e conhecimento Ele reservou para si. Maria é a Mãe admirável do Filho, que quis humilhá-la e escondê-la durante a vida, para favorecer a sua humildade. Para mantê-la oculta, tratava-a por “Mulher” Por vezes, Jesus tratava Maria “como a uma estranha, embora no seu Coração a estimasse mais do que a todos os anjos e a todos os homens”. Além disso, Jesus Cristo é o grande mestre espiritual da Virgem Maria, que a formou continuamente, na humildade e no silêncio, para ser Mãe, Senhora e Rainha dos Céus e da Terra.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!