Notícias

A Virgem Maria é onipresente? E os anjos? E os demônios? E os santos?

24/10/2015 13:47
Os anjos, os santos e a Virgem Maria possuem modos distintos de ação. Os anjos, uma vez que é puro espírito, não estão ligados a nenhum lugar específico e agem concentrando sua atenção espiritual em determinado lugar ou pessoa. Esse jeito vale tanto para os anjos quanto para os demônios. Os...

A SANTA CRUZ É A NOSSA MÁXIMA RIQUEZA!

20/07/2015 12:58
Prostremo-nos aos pés do Crucifixo e contemplemos as dores que sofremos através da cruz e das injúrias que Nosso Senhor recebeu; por este meio tornar-se-á leve a aspereza das aflições, e às vezes tornar-se-á tão agradável, que amaremos mais o sofrimento do que o gozo de toda a...

NÓS CATÓLICOS, DEVEMOS TER UMA VIDA PROFUNDA DE ORAÇÃO.

14/07/2015 07:00
“OS HEREGES, TODOS OS QUE SÃO FILHOS DO MAL E CLARAMENTE POSSUEM SELO DE REPROVAÇÃO DE DEUS, TÊM HORROR Á AVE MARIA. ELES AINDA REZAM O PAI NOSSO, MAS NUNCA A AVE MARIA; ELES PREFERIRIAM COLOCAR UMA COBRA VENENOSA EM VOLTA DE SEUS PESCOÇOS QUE UM ESCAPULÁRIO OU CARREGAR UM ROSÁRIO” -(SÃO LUÍS MARIA...

Tome posse de sua terra prometida.

04/07/2015 13:01
“E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada príncipe entre eles. E enviou-os Moisés do deserto de Parã, segundo a ordem do SENHOR; todos aqueles homens eram cabeças...

Sete respostas a Sete objeções sobre o terço

27/06/2015 17:23
É interessante constatar como cada vez mais pessoas rezam o terço, e não somente as católicas: também membros de outras confissões religiosas estão descobrindo a riqueza desta oração. E muitos devem sua conversão ao Santo Rosário. No entanto, também existem os que não o rezam porque têm objeções....

Empregados ou escravos?

16/06/2015 15:54
As Sagradas Escrituras servem-se muitas vezes de conceitos e expressões que, para a mentalidade de hoje, tornaram-se inconvenientes e quase incompreensíveis. É o que se passa, por exemplo, com certos trechos da Bíblia que se referem à condição de escravo em que muitos personagens tanto da Antiga...

PODE TER JESUS DESPREZADO A SUA MÃE???

13/05/2015 16:00
O Evangelho de São Mateus narra que, em determinado dia, Jesus estava pregando e sua mãe e irmãos procuravam falar com Ele. Ao ser informado disso, Jesus respondeu: "Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?"; em seguida, apontou para todos os que ali estavam e disse: "Eis minha mãe e meus irmãos....

A REAL PRESENÇA DE JESUS NA HÓSTIA CONSAGRADA.

07/05/2015 15:07
A Eucaristia é a consagração do pão no Corpo de Cristo e do vinho em seu Sangue que renova mística e sacramentalmente o sacrifício de Jesus na Cruz.  A Eucaristia é Jesus real e pessoalmente presente  no pão e no vinho que o sacerdote consagra. Pela fé cremos que a presença de...

A DESTRUIÇÃO ARQUITETADA POR UM ANJO.

06/05/2015 12:09
A lenta e gradual construção da “cidade dos homens” é obra de uma inteligência angélica Em uma das muitas alocuções que proferiu, o Papa Pio XII indicou o caminho que o demônio pavimentou, ao longo da história, para destruir o homem, criado à “imagem e semelhança" de Deus: Ele se encontra em todo...

AS TRÊS DESORDENS DO PECADO.

04/05/2015 11:26
O pecado entrou no mundo quando as criaturas tentaram ser igual a Deus pelas próprias forças, sem o auxílio da graça. Ao contrário das mãos de Eva, que se fecharam para roubar o fruto proibido, as mãos de Cristo se abriram para tudo entregar. O livro do Gênesis diz que “Deus criou o ser humano à...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

São muitas as formas de violência que enfrentamos dentro de casa, na rua, na sociedade. Mas o cristão não pode se acostumar com elas.

O que podemos fazer para mudar esse cenário caótico de desamor? 

  1. Conversão pessoal: Para mudar os que estão à minha volta, primeiramente eu devo me mudar, ou seja, se vivo em um ambiente de violência doméstica (agressividade, impaciência etc.) devo combatê-la com amabilidade e paciência por amor e por misericórdia.
  2. A comunidade precisa promover a cultura da empatia, onde os paroquianos em suas diversas funções pastorais não se tenham como adversários, mas como irmãos que juntos lutam pelo bem daquela paróquia.
  3. Fortalecer a Pastoral Familiar para que identifique os principais problemas de violência que assolam a comunidade local e buscar exemplos de outras localidades que conseguiram superar os mesmos problemas.
  4. Reunir a comunidade, as pastorais e os movimentos para discutir os problemas identificados e traçar um plano de ação para combater os problemas da violência.
  5. Promover palestras para os paroquianos sobre a temática da violência em suas diversas formas (violência doméstica, psicológica, física, no trânsito, racial, religiosa, no campo, sexual etc.) e como combatê-la.
  6. Estimular a espiritualidade como o antídoto para nos fortalecer contra o mal e para promover a cultura da paz.
  7. Discutir o tema da superação da violência dentro da catequese com as crianças e os jovens. É possível ainda estimular a prática esportiva entre os jovens a fim de afastá-los da violência física e das drogas.
  8. Visitar as famílias que estão afastadas da Igreja a fim de acolhê-las na comunidade, ajudando-as a superarem seus problemas.
  9. A comunidade deve utilizar de todos os momentos oportunos, como homilia, encontros, cursos etc., para falar sobre a superação da violência e a promoção da paz.