Notícias

Como devemos fazer o sinal da cruz?

29/04/2015 17:06
Atualmente, a legislação para o Ocidente com relação ao sinal da cruz está contida no Cerimonial dos Bispos. Na nota de nº 81, no número 108, verifica-se uma citação do antigo ritual romano para a celebração da santa missa, que diz: "Ao benzer-se, volta para si à palma da mão direita com todos os...

A CRUZ NÃO É A EXCEÇÃO, É A REGRA!!!

21/04/2015 13:32
Pois não é possível seguir Jesus sem ela!!! As dificuldades e os sofrimentos da vida são, em geral, os motivos que levam as pessoas a procurarem uma direção espiritual. Ao sacerdote cabe iluminar com a luz do Evangelho essas situações tão delicadas, procurando dar um sentido para elas. O famoso...

O que fazer com a inveja?

21/04/2015 13:27
Todo homem possui dentro de si um apetite sensível que o faz desejar coisas agradáveis que não possui. Este apetite em si mesmo não é prejudicial nem pode ser considerado pecado. O problema surge quando o desejo saudável passa a ser “avidez”, pois ela remete ao pecado da inveja. O décimo...

É A VONTADE DE DEUS QUE NOS SANTIFICA

03/03/2015 16:01
É a vontade de Deus que nos santifica.

Vida de Oração

01/03/2015 15:00
“A oração é um impulso do coração, é um simples olhar lançado para o céu, é um grito de gratidão e de amor, tanto no meio da tribulação como no meio da alegria.” (Santa Terezinha do Menino Jesus). Nosso ser anseia continuamente por Deus, por uma felicidade plena, que é inconcebível em plenitude...

LEMBRE-SE DE QUEM VOCÊ É

20/02/2015 15:52
  O homem não pode verdadeiramente declarar-se filho de Deus sem uma "determinada determinação" de tornar-se Santo como o Pai é Santo. A filiação divina é o fundamento da vida cristã. O ministério público de Jesus inicia-se com estas palavras: "Eis meu Filho muito amado em quem ponho...

NA LUTA PELA SANTIDADE, CUIDADO COM OS PECADOS VENIAIS

08/02/2015 20:17
Na luta pela santidade, é preciso tomar cuidado com os pecados veniais, que entravam a união da alma com Deus e dispõem a alma para os pecados mais graves. O apóstolo João escreve que “omnis iniustitia peccatum est, et est peccatum non ad mortem – toda injustiça é pecado, mas existe pecado que não...

A IGREJA CATÓLICA VISA À SALVAÇÃO DAS ALMAS

07/02/2015 22:18
“A vida presente é uma guerra contínua com o inferno, na qual corremos, a cada instante, o perigo de perder a Deus e a nossa alma. aqui neste mundo uma desgraça horrível ameaça de todas as partes a nossa alma: o mundo, o inferno, as paixões, nossos sentidos revoltosos, tudo nos quer induzir ao...

O que é heresia?

31/01/2015 21:46
A palavra heresia pode causar algumas confusões, de modo que acabe por ser usada de maneira inadequada. É preciso distinguir bem o que se quer dizer por heresia, pois nem toda bobagem dita incorre em pecado contra a fé, como pensam algumas pessoas. Haerĕsis - do latim - ou αἵρεσις - do grego -...

De onde vieram os quatro símbolos dos Evangelhos?

31/01/2015 20:40
De onde vieram os quatro símbolos dos Evangelhos???
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

São muitas as formas de violência que enfrentamos dentro de casa, na rua, na sociedade. Mas o cristão não pode se acostumar com elas.

O que podemos fazer para mudar esse cenário caótico de desamor? 

  1. Conversão pessoal: Para mudar os que estão à minha volta, primeiramente eu devo me mudar, ou seja, se vivo em um ambiente de violência doméstica (agressividade, impaciência etc.) devo combatê-la com amabilidade e paciência por amor e por misericórdia.
  2. A comunidade precisa promover a cultura da empatia, onde os paroquianos em suas diversas funções pastorais não se tenham como adversários, mas como irmãos que juntos lutam pelo bem daquela paróquia.
  3. Fortalecer a Pastoral Familiar para que identifique os principais problemas de violência que assolam a comunidade local e buscar exemplos de outras localidades que conseguiram superar os mesmos problemas.
  4. Reunir a comunidade, as pastorais e os movimentos para discutir os problemas identificados e traçar um plano de ação para combater os problemas da violência.
  5. Promover palestras para os paroquianos sobre a temática da violência em suas diversas formas (violência doméstica, psicológica, física, no trânsito, racial, religiosa, no campo, sexual etc.) e como combatê-la.
  6. Estimular a espiritualidade como o antídoto para nos fortalecer contra o mal e para promover a cultura da paz.
  7. Discutir o tema da superação da violência dentro da catequese com as crianças e os jovens. É possível ainda estimular a prática esportiva entre os jovens a fim de afastá-los da violência física e das drogas.
  8. Visitar as famílias que estão afastadas da Igreja a fim de acolhê-las na comunidade, ajudando-as a superarem seus problemas.
  9. A comunidade deve utilizar de todos os momentos oportunos, como homilia, encontros, cursos etc., para falar sobre a superação da violência e a promoção da paz.